default Notícias
Data da publicação: 16/11/2015

Aluna conquistou o prêmio de melhor dissertação de mestrado no 4º Congresso Brasileiro de Informática na Educação e artigos receberam menção honrosa

Helena conquistou o prêmio de melhor dissertação de mestrado

Os pesquisadores do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, que atuam na área de computação aplicada à educação têm muito a comemorar com o encerramento de um dos maiores e mais importante eventos científicos da América Latina dessa área: o 4º Congresso Brasileiro de Informática na Educação. É a primeira vez que uma aluna do Instituto conquista o prêmio de melhor dissertação de mestrado no Congresso. Além disso, dois artigos do Laboratório de Computação Aplicada à Educação (CAEd) receberam menções honrosas. 

Helena Reis desenvolveu sua dissertação no ICMC intitulada Concepção de um software de geometria interativa utilizando interfaces gestuais para dispositivos móveis. Ela concorreu com outros 23 projetos de todo o Brasil e recebeu a premiação depois de passar por três fases de avaliação: a primeira considerou apenas o resumo da dissertação em formato de artigo, contendo no máximo 10 páginas. Depois, houve a avaliação do texto completo e, por último, a apresentação do trabalho para uma banca composta por três pesquisadores experientes da área. “O prêmio de melhor dissertação de mestrado em Informática na Educação foi recebido com grande felicidade e de forma inesperada. Este resultado foi somente alcançado com as contribuições de toda a equipe do CAEd e do Laboratório de Engenharia de Software. O prêmio é um grande incentivo para continuação das minhas pesquisas”, diz Helena, que após defender o mestrado está realizando doutorado também no ICMC.

“Conseguir passar por essas três fases e receber o prêmio de melhor dissertação mostra o grau de maturidade da pesquisa e o potencial de impacto dos resultados na sociedade”, afirma o professor Seiji Isotani, orientador de Helena. “Fico feliz por ter a oportunidade de contribuir na formação dos jovens pesquisadores do ICMC e na consolidação das linhas de pesquisa em computação aplicada à educação. Espero que isso inspire mais alunos a seguirem carreira nessa linha, dado que o Brasil precisa de muita inovação em computação aplicada. A demanda é ainda maior nos ambientes de aprendizagem, considerando tanto o ensino fundamental quanto o médio e o superior”, completou o professor. 

O Congresso contou com mais de 1,5 mil participantes e foi realizado de 26 a 30 de outubro, em Maceió, juntamente com a 10ª Conferência Latino-Americana de Objetos e Tecnologias de Aprendizagem. Houve um recorde de submissões de trabalhos: mais de 600 artigos completos foram recebidos com uma taxa de aceitação inferior a 30%. Do total de 131 artigos completos aceitos e publicados nos anais do evento, quase 10% (11 artigos) foram publicados por alunos e professores do ICMC. Entre eles estão os professores Ellen Barbosa, José Carlos Maldonado, Seiji Isotani e Thiago Pardo. Além disso, desses 11 artigos do ICMC, dois ficaram entre os seis melhores e receberam menções honrosas.

Delegação do ICMC marcou presença no Congresso

Um dos artigos reconhecidos com a menção honrosa, intitulado Metodologia de Desenvolvimento de Jogos Sérios: Especificação de Ferramentas de Apoio Open Source, é de autoria de uma pós-doutoranda do ICMC – Rafaela Rocha –e de duas alunas de pós-graduação, Laís Pedro e Aparecida Zem-Lopes. O trabalho contou ainda com a co-autoria do professor Ig Bittencourt, do Instituto de Computação da Universidade Federal de Alagoas. “Ter o artigo reconhecido com menção honrosa foi motivo de grande felicidade e incentivo à continuidade da minha pesquisa no pós-doutorado do ICMC”, comenta Rafaela.

O outro artigo, Towards an Ontological Model to Apply Gamification as Persuasive Technology in Collaborative Learning Scenarios, é de autoria do aluno Geiser Chalco, peruano que, desde 2013, faz doutorado no ICMC. Foram co-autores desse trabalho Fernando Andrade, aluno de doutorado do ICMC, além de docentes da Faculdade de Tecnologia de São José do Rio Preto e do Instituto de Ciência e Tecnologia do Japão. "Fiquei feliz pelo reconhecimento obtido, em especial por se tratar de um reconhecimento outorgado por pesquisadores importantes na área. Na verdade, não o esperava, em especial por se tratar de um trabalho que ainda está na fase de desenvolvimento. Isso é sinal de que estamos bem encaminhados e realizando um bom trabalho. Tudo isso graças à dinâmica no grupo de pesquisa e às relações internacionais que mantêm o ICMC com instituições como o Instituto de Ciência e Tecnologia do Japão", finaliza Geiser Chalco.

Congresso contou com mais de 1,5 mil participantes

Texto: Denise Casatti – Assessoria de Comunicação do ICMC/USP

Mais informações
Site do 4º Congresso Brasileiro de Informática na Educação: http://ic.ufal.br/evento/cbie_laclo2015/
Assessoria de Comunicação do ICMC: (16) 3373.9666
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

CONECTE-SE COM A GENTE
 

© 2020 Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação