vestibular-fuvest Notícias
Data da publicação: 17/07/2017

Benefícios garantem acesso de candidatos de baixa renda ao vestibular da USP

Vestibulandos durante a primeira fase da Fuvest 2017

 

Quer estudar na USP mas não tem como pagar a taxa de inscrição no vestibular? Na Fuvest, é possível pedir redução de 50% ou até mesmo isenção dessa taxa. Mas é preciso correr: você só tem até 7 de agosto para solicitar um dos benefícios.
 
As inscrições para o vestibular começam dia 21 de agosto, quando será divulgado o valor da taxa, que, no ano passado, foi de R$ 160. Para obter a isenção, é preciso que a renda da sua família não ultrapasse R$ 1.405,50 por pessoa. Já no caso da redução de 50% da taxa, esse valor deve variar de R$ 1.406,00 até o máximo de R$ 2.811,00 por pessoa.
 
Também é possível solicitar a redução de 50% da taxa se sua renda individual for, no máximo, de R$ 1.873,99, ou você estiver desempregado. Nesse caso, é preciso estar regularmente matriculado no ensino médio, curso pré-vestibular ou ensino superior em 2017 (Lei Estadual 12.782).
 
Os pedidos de benefícios devem ser realizados no site da Fuvest, onde você precisa se cadastrar na área “usuários”, com seu CPF, e escolher uma das modalidades: isenção ou redução da taxa de inscrição. Em seguida, o candidato deve preencher e imprimir o formulário disponível e enviar pelos correios à Fuvest, junto com cópias simples dos documentos pessoais e comprovantes da situação socioeconômica (veja o edital completo). Os resultados serão disponibilizados no site até 18 de agosto. É importante lembrar que os contemplados não são automaticamente inscritos no vestibular, sendo necessário, de 21 de agosto a 11 de setembro, entrar novamente no site e fazer a inscrição no processo seletivo.
 
Dois caminhos – A Fuvest é a principal porta de entrada para a USP, mas também é possível ingressar na Universidade pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A partir de 2018, por exemplo, todos os cursos do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC), em São Carlos, oferecerão vagas pelos dois processos. Até o ano passado, só era possível entrar em Engenharia de Computação pela Fuvest, curso que é oferecido em parceria com a Escola de Engenharia de São Carlos (EESC).
 
Outra carreira do ICMC que terá alterações no próximo vestibular é o Bacharelado em Sistemas de Informação, que passa a oferecer 50 vagas em vez de 40.
 
Quanto custa estudar na USP – Vale lembrar que a USP é uma universidade gratuita e até quem não tem recursos financeiros para estudar pode ter acesso a diversas formas de auxílio para se manter durante a graduação. É possível, por exemplo, adquirir uma vaga na moradia estudantil ou auxílio moradia, apoio transporte, apoio alimentação ou apoio livros. Essas oportunidades estão detalhadas no vídeo Você sabe quanto custa estudar na USP? e no Guia Faça Parte do Futuro, criados pelo ICMC.
 
 
Texto: Alexandre Wolf – Assessoria de Comunicação do ICMC
Com informações do Jornal da USP
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
 
Mais informações
Site da Fuvest: www.fuvest.br
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

CONECTE-SE COM A GENTE
 

© 2017 Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação